Friday, November 24, 2006

LABARIK SIRA

Na TVTL (Televisão de Timor Leste)há um spot que diz:
O Sr. Santos não tem trabalho, por isso passa o dia a jogar cartas. A Sra. Santos tem 5 filhos e está grávida. Também não tem trabalho por isso passa os dias a conversar com as amigas. Os filhos trabalham. Uma lava carros na rua, o outro vende cartões telefónicos, o outro vende fruta, o quarto pede esmola (o quinto já não me lembro o que faz). E um rapaz pergunta a um deles: “então que fazes?” Estou a vender cartões o meu pai não trabalha” Não sabes que devias estar na escola que isso se chama trabalho infantil?
Não defendo que as crianças devam passar uma infância sem responsabilidades. Ajudar os pais em pequenas tarefas fá-las desenvolver competências a vários níveis. Tenho pena quando vejo um menino a trabalhar num campo de arroz, mas compreendo que num ambiente rural o trabalho no campo em conjunto com a família, é praticamente um acto cultural e aos pequenos cabem as tarefas mais leves. E durante esse trabalho aprendem a interagir com a comunidade, aprendem as histórias dos mais velhos, aprendem os ciclos da natureza e regra geral, não faltam à escola.
Na cidade os pais não trabalham. Porque não há trabalho. Porque também não o procuram. Porque não pegam no pau e o atravessam sobre as costas e calcorreiam as ruas de Dili sob um sol abrasador carregando o maracujá, a manga, a banana, o tomate, o peixe…. Não, mandam os meninos. E em casa ficam, como o Sr. Santos, a jogar ás cartas, a apostar o dinheiro ganho pelos meninos, a bater na mulher, e a fazer-lhe filhos. Muitos filhos.

1 Comments:

Blogger AF said...

Belo post.... tudo tão parecido com o Brasil.....
Tenho lido seu blog e gosto muito. Só não sei o que vc faz no Timor. Foi a trabalho?? Se der, fale um pouco da sua vida em um post, tá??
Bjs
A

11/26/2006 9:22 pm  

Post a Comment

<< Home