Friday, November 10, 2006

MIAU

Hoje vamos adoptar dois gatos.
São da J.
A J., mudou-se temporariamente para Dili, mas depois vai para Same. Após muito debate chegámos à conclusão que dado os gatos serem Lorosae, ao serem mudados para Dili poderiam vira a ter problemas com os gatos Loromono lá da cidade.
Assim ficamos nós com eles até a J. se mudar para Same.
Antevendo problemas – há gatos um bocado esquisitos que não gostam de ser fechados em caixas e levados em automóveis – recebemos numa caixa linda feita pelas mulheres de Maubara, dois comprimidos para misturar na comida dos bichinhos e os adormecer.
Estou aqui a olhar para eles. A olhar para os comprimidos.
Quer dizer, eu bem que poderia bater-lhes – não com muita força – na cabeçorra, e deixá-los meio tontos. Enfiava-os num saco, atirava-os para o porta bagagens, chegava a casa abria uma gingerbeer e tomava eu os comprimidos.
Quer dizer, o pior que me poderá acontecer é começar subitamente a cuspir bolas de pêlo, não?
E depois, daqui a 3 ou 4 dias, quando sentir um odor estranho no carro, abro o porta bagagens, descubro o saco e … ups!

1 Comments:

Anonymous Céu said...

Os gatos chegaram vivos?..... É que a última vez que dei um calmante a um gato, ele moreu com os efeitos secundários... não foi bonito... e até hoje não recuperei completamente deste sentimento de culta.
Ia oferecer-me como "conselheira-para-a-questão-gatos-novos-em-casa"... mas depois lembrei-me que não percebo nada de gatos Lorosae.
Beijos!

11/10/2006 10:32 pm  

Post a Comment

<< Home