Thursday, September 07, 2006

THE ORANGE


Hoje ao sair de uma reunião absurda, com um Australiano absurdo que ainda por cima é um Homem de Deus (um dos que viu a luz e ouviu o chamamento mas ficou cego e surdo durante o processo), quando conduzia de volta em direcção ao escritório, o absurdo prolongou-se; atravessa-se à minha frente vinda da estrada de baixo, uma Hilux de caixa aberta, carregadinha carregadinha de gente na parte de trás. Seriam umas 15 pessoas. Todas com um ar satisfeito e pelos apêndices capilares distribuídos em abundância, e normalmente muito populosos, pareceu-me que vinham da praia. De repente os meus olhos caiem sobre uma criança de cerca de 4 anos sentada entre dois adultos. Com um sorriso enorme, os cabelinhos encaracolados um rostinho miúdo e moreno e juro juro que se não tivesse a G. sentada ali ao meu lado perseguia o veículo para salvá-la daquela gente que a raptou e a estaria a fazer passar um tão bom bocado.
A semelhança era assustadora. O mesmo jeito de rir, a mesma pose segura, o mesmo ar descontraído e feliz.
E lembrei-me da teoria da laranja, das metades separadas, do dois de nós no mundo e pergunto-me o que andará a outra de mim por aí a fazer.

Espero que esteja pelo menos mais magra.

5 Comments:

Blogger estrelinha india said...

Olá Alexandra,
Já hà algum tempo que por aqui...passo e curiosamente...gosto de aqui estar, gosto de ler...e até falo em ti e na G. com o meu marido...
Beijinho e força

9/07/2006 4:07 pm  
Blogger alexandra said...

obrigada estrelinha!

9/11/2006 4:15 am  
Blogger Eva Lima said...

Que linda foto!!!Duas metades de uma mesma laranja.

9/11/2006 6:13 pm  
Blogger aNa said...

sabes que eu já "me" vi?
uma vez estava no estádio nacional, nas bancadas, e vi uma fulana a passar lá em baixo que era tal e qual eu! o andar, o cabelo, a roupa! foi bué de giro :)

9/13/2006 3:29 pm  
Blogger alexandra said...

mas isso deve ter sido fantástico. No outro dia no Flickr vi uma foto que parecia eu! Era em negativo, as outras ja não se pareciam nada comigo. Mas foi de facto uma sensação girissima. É logico que a outra eu era italiana!!! E eu que sinto que há uma sueca dentro de mim...

9/15/2006 9:42 am  

Post a Comment

<< Home