Thursday, October 04, 2007

SOFT CELL

A minha filha nasceu com dois anos – apesar de eu não ser uma elefanta – tendo por isso escapado ao processo de colar auscultadores à barriga para aprender a gostar de música que eu nunca ouviria no meu estado normal.

Tenho pouca paciência para os clássicos, apesar de somar um total de 8 anos de estudos de solfejo; assim com a mãozinha para baixo e para o lado e para cima a ler colcheias e fusas. É lógico que há momentos em que preciso de os ouvir. Mas têm que ser violinos. Vivaldi é por norma o sacrificado.

Confesso que nunca assisti a uma ópera completa ao vivo. Mas já dancei com os Balantas. Não sei uma única área by heart. mas cantei Gracias a la Vida com um grupo da terra da Violeta Parra.

Ao ler os blogs das outras mães sinto uma culpa terrível por não “cultivar” a minha filha! Aos 3 anos ela adormecia com uma sequência de 3 músicos: Nick Cave (Into my Arms), L. Reed e o David Bowie e mais uma série deles a cantar há uma série de anos o Perfect Day, e a Bebe a cantar o Malo.
O tempo passou, e não houve propriamente um processo de sofisticação. Aos 5 anos ela gosta de Joy Division, In the Nursery e Peter Murphy e eu porque tento evitar que venham cá a casa as Senhoras da Protecção à Criança, nunca mas nunca, seja ceguinha, a deixei ouvir The Cure, ou mesmo Smith.

Num esforço que adivinho inglório, comprei uma colecção de óperas mais susceptíveis de atrair uma criança, em versão marioneta. Em alemão, claro, para a poder chantagear em relação a rejeitar a língua da tia. Mas a verdade é que o sonho confessado esta semana é que quer ir a casa da Avril Lavigne cantar com ela o Don’t tell me. Mas tem que ser assim como no clip - a desarrumar o quarto.

Como todo o adulto responsável, considero que não tenho qualquer culpa disto. A culpa é da minha mãe que ao dar-me à luz em 1970, condenou-me a uma adolescência em plenos anos 80.

8 Comments:

Blogger Alziro Patafisico said...

Qualquer criança que adormeceu ouvindo Lou Reed, David Bowie e Nick Cave, está salva pra sempre.

10/04/2007 9:29 pm  
Blogger Pepe, Sean, Samuel, Buba, Xuinga e Ainda said...

O Mumuca anda a curtir Quim Barreiros.... depois da foto com o boné haverá algo mais a fazer?

10/06/2007 4:32 pm  
Blogger Insolente said...

Ora entao um grande bem haja

10/07/2007 3:33 am  
Blogger Alice said...

Fizeste-me rir com este post, porque aqui em casa passa-se exactamente o mesmo!

E sabes que mais? Que se lixem as óperas, e ela que as ouça quando for maior e puder escolher! Se a tua filha crescer a saber quem foram os Joy Division e o David Bowie, já fizeste um grande trabalho!

10/08/2007 12:36 pm  
Blogger Eva Lima said...

Por aqui é igual, só varia a música, pois que a minha adolescência foi, um cadito, antes da tua.

10/09/2007 11:04 pm  
Blogger são branca said...

Os nossos filhos mais novos de 8 e 10 anos cantam de cor as músicas do rei Bob e outras reguices (o nosso filho mais velho tem 19) apesar de estudarem - e adorarem - piano e violino. Podes ouvir o rei bob no blog que criaram www.pardejarras@blogspor.com

10/10/2007 3:02 pm  
Anonymous isabelinha said...

Meu deus como a tua filha é inteligente, o meu Afonso gosta mesmo é de ouvir as musiquitas alteradas no Nody do Ruca, etc... que encontra no yutube quando o paizinho não está em casa o que acontece todos os dia!

10/12/2007 9:31 pm  
Blogger fezoca said...

meu filho ainda um bebe ouvia yoko ono e cresceu um rapaz normal--veja nem tudo eh o que parece. ;-) um beijo grande!

11/01/2007 11:13 pm  

Post a Comment

<< Home