Saturday, May 26, 2007

I LIKE IT WHEN...

Gosto quando as pessoas vêem cá a casa comer coisas.
Coisas que eu faço.

Gosto de ver pratos vazios. Pratos vazios das coisas que eu faço.

Queria uma casa com uma mesa comprida onde o açucareiro de prata torto e por polir que achei em Bali estivesse sempre cheio de cubos de açúcar castanho e gente a enfiar lá os dedos para os mergulhar no chá.. E uma dessas bow Windows como a que eu tinha no Chile em casa da Choly e da Gloria e do Ruben, em que nos sentamos na almofada e olhamos para a água da baía e sentimos o dia a passar através da sucessão das marés.

Gosto de ver as chávenas de café vazias com os pauzinhos de canela meio roídos abandonadas nos móveis depois do jantar.

Gosto de ver gente a lutar com o sono sentadas na cama que faz de sofá. E enumero mentalmente quantas inocentemente lá se sentaram e só acordaram na manhã seguinte.

Gosto de sentir vida na minha casa. De ver gente a tocar os meus livros e a sair com um debaixo do braço.

Gosto do ar de fim de festa com que a cozinha fica. E olho para as pilhas de pratos e copos e talheres gordurentos e sorrio feliz ao pensar que não vou lavar nem um deles!!!!

7 Comments:

Blogger fezoca said...

tambem gosto!
essa foto esta maravilhosa! :-)
beijos,

5/25/2007 4:48 pm  
Blogger alexandra said...

a foto foi a Gui que tirou!!!!

5/25/2007 5:00 pm  
Blogger Eva Lima said...

Que linda foto!

5/25/2007 10:52 pm  
Blogger umademim said...

também adoro fazer o "recheio" das festas!

5/27/2007 8:28 pm  
Blogger Brikebrok said...

E eu gostava de ser uma das convidadas ... ;-)

5/28/2007 1:46 pm  
Blogger aNa said...

lá por casa também é assim...

6/01/2007 11:07 am  
Anonymous mmux said...

Gosto de me lembrar da manhã de praia de sábado com os coqueiros todos à volta e a água azul barrenta que a faz parecer ainda mais azul. Gosto de ir de fim de semana para aí, fazer três horas de viagem, chegar mal disposto das curvas e de ir atrás no carro porque é raro não andar a guiar. Gosto de rever os amigos de baucau, de pôr a criançada a fazer muralhas para as ondas não me virem molhar os pés e não me abalarem com as chinelas. Gosto, ou melhor, gostava, de ter tido direito a um convite ao menos para um cafézinho e de te ter feito o favor de te dar tantas coisas que gostas: sentar-me no sofá, comer uns bolos na tua casa que durante o fim de semana só comi porcarias, roubar-te uns livros e, especialmente, deixar-te as chávenas de café vazias com os pauzinhos de canela lá dentro. Mas olha, não fui convidado.

6/05/2007 1:50 am  

Post a Comment

<< Home